Os melhores programas de design gráfico para iniciantes



Se você é designer gráfico, certamente precisa de programas para executar suas tarefas. Ainda está começando a carreira? Mostramos os melhores programas de design gráfico para iniciantes e seus principais benefícios.
A comunicação digital exige muito mais do que apenas textos. A produção gráfica é bastante importante para sustentar as estratégias de divulgação e o relacionamento com os leads.

Porém, para que possa criar posts para mídias sociais e artes para sites, é necessário recorrer a programas para designer gráfico.

Nas redes sociais, por exemplo, o uso de imagens nas postagens tende a aumentar a conversão, dando um resultado melhor e de maior alcance do que publicações que tenham apenas texto.

Dessa forma, o trabalho do designer gráfico é bastante importante para a criação de campanhas sólidas.

Até porque as artes gráficas podem ser usadas para integrar as diferentes redes sociais de uma empresa. Um material produzido no Facebook também é aproveitado no Instagram ou, quem sabe, no WhatsApp.

Assim, o processo de geração de conteúdo é facilitado e ganha abrangência no marketing empresarial.

Mas você sabe o que pode ser feito com um programa para designer gráfico? Leia este post e conheça as possibilidades de criação com esses softwares e quais os produtos que podem auxiliar a sua estratégia de marketing digital.

Que produtos podem ser desenvolvidos?

Os programas para designer gráfico são usados para produzir os mais diferentes tipos de artes, assim como são imprescindíveis para editar fotos e imagens em geral.

Ou seja, é um trabalho importante para a construção de perfis nas mídias sociais e na geração de conteúdo para campanhas de marketing.

Dentro desse escopo de trabalho estão:


  • as imagens de perfil;
  • as imagens de capa;
  • e as imagens para a timeline das diversas mídias sociais.

Materiais para sites e blogs também fazem parte dessa atuação.

Em suma, trata-se de uma série de produtos que aumentam o impacto visual das suas postagens e reúnem as informações de maneira mais direta e objetiva, facilitando o compartilhamento nas redes sociais.

Um processo que ajuda aumentar o alcance das publicações e, consequentemente, a abrangência e a relevância dos seus posts.

Por que trabalhar com programas distintos?

Atualmente, existem 2 tipos de arquivos bastante usados no design gráfico: bitmap e vetorial.

O 1º consiste em criação de imagens a partir de pixels, enquanto o 2º trata de imagens criadas a partir de construções geométricas e que podem ser ampliadas sem perder a sua definição nem o seu nível de detalhamento.

Os principais programas para a criação de arquivos bitmap são:


  • Adobe Photoshop;
  • Corel Paint Shop Pro;
  • Corel Painter;
  • Corel Photopaint;
  • e Gimp.


Já os principais arquivos para artes vetoriais são:


  • Adobe Illustrator;
  • CorelDraw;
  • Freehand;
  • Inkscape;
  • Real Draw;
  • Xara.


Dessa forma, é necessário entender qual o tipo de arquivo pretende fazer para escolher os melhores programas para dar suporte ao seu trabalho.

A produção de um post para Facebook, por exemplo, é melhor quando usado o Adobe Illustrator.

Porém, se for necessário editar ou fazer alguma correção na imagem, é aconselhável a utilização do Adobe Photoshop, que é software “irmão”. Assim, eles trabalham juntos.

Esse entendimento permite desenvolver um trabalho de qualidade em que se observa os principais aspectos de cada um dos softwares para a produção de artes gráficas.

Assim, o designer passa a trabalhar com diversos programas com objetivo de gerar mais qualidade para os seus produtos.

É nesse aspecto que se faz necessário o uso de softwares distintos.

Quais são os melhores programas para designer gráfico?

Para te ajudar a escolher os melhores programas para designer gráfico, separamos, nos próximos parágrafos, algumas das melhores opções disponíveis no mercado.

Ficou curioso? Então não deixe de acompanhar a nossa lista:

1. Canva
Abrindo a lista um programa gratuito. O Canva é de fácil uso e pode ser operado inteiramente na internet, ou seja, não é preciso fazer nenhum tipo de instalação no seu computador.

Excelente alternativa para aqueles que não possuem muita intimidade com outros softwares de design gráfico.

Com 5 anos de operação, o Canva já alcançou a marca de 10 milhões de usuários em 197 países (incluindo o Brasil). Os usuários têm acesso a diversos layouts gratuitos que podem ser usados para alavancar uma estratégia de marketing digital.

2. Adobe Photoshop
Provavelmente esse é o programa de edição de imagem mais utilizado no mundo. Você pode até não saber como operá-lo, mas já ouviu falar sobre esse software.

Entre os seus recursos estão edição e tratamento de fotos e de imagens editoriais, além de algumas funções de programas vetoriais.

Assim, é possível criar layouts, animações, montagens de fotos, correção de cores e brilhos nas imagens, dentre outras opções que o tornam extremamente importante para as demandas de design.

3. CorelDraw
Basicamente, é um software que tem como objetivo principal criar imagens vetoriais.

É uma alternativa para o Adobe Illustrator (o próximo item desta lista), principalmente para designers iniciantes, que encontram um programa de fácil utilização e com um custo relativamente baixo.

Entre as criações de produtor com este software estão:

  • banners;
  • cartões;
  • folhetos;
  • ilustrações;
  • layouts;
  • e outras possibilidades.

4. Adobe Illustrator
Atualmente, este software é considerado o programa de vetores com maior aplicação no mundo.

O que o torna como o aplicativo mais eficiente em seu campo de trabalho. Além disso, é integrado com os demais softwares da família Adobe, como o Photoshop.

De uma maneira geral, o Adobe Illustrator permite a criação e formatação de:


  • banners;
  • cartões;
  • folhetos;
  • ilustrações;
  • informativos;
  • jornais;
  • layouts;
  • posts para mídias sociais;
  • revistas;
  • entre outras possibilidades de produtos gráficos.


5. Grunt
Esse programa é um executor de tarefas e é bastante eficiente para o web designer, pois auxilia nas etapas de construção de um site.

Assim, gera facilidades em um processo muitas vezes repetitivos e que consome bastante tempo na rotina de um profissional de programação.

Como o web designer costuma lidar com processos semelhantes durante a construção de um site ou de um blog, o Grunt permite automatizar uma série de etapas durante o trabalho, o que torna a produção mais rápidas e eficiente.





Fonte: Marketing de Conteúdo

Comentários

Postagens mais visitadas