quarta-feira, 10 de agosto de 2016

O que o selecionador quer ver em seu currículo?


As empresas estão mais receosas para contratar, mas ainda existem milhares de vagas disponíveis no mercado. Elas não contratam porque não confiam nas pessoas e têm medo de investir em profissionais que não dão retorno. Para ser convocado para uma seleção, você precisa começar a provar, desde o currículo, que dá muito mais retorno do que custo. Se o seu currículo apresentar resultados alcançados e experiências coerentes com a vaga, você terá mais chances de ser convocado para um processo seletivo. 

Confira algumas dicas de como destacar seu currículo:

1. Ter um objetivo bem definido. 
Quem não sabe o que quer, qualquer caminho serve. A empresa não quer qualquer caminho. Ela quer a pessoa certa para a vaga. Deixe clara a área que você quer atuar, ou o cargo definido quando quiser uma vaga específica que foi anunciada.

2. Informar a pretensão salarial.
A empresa precisa saber o mínimo que você está interessado em receber. Se a remuneração da vaga for abaixo do que você deseja, o selecionador não perderá o seu tempo e o dele convocando você para uma entrevista. Considere apenas o salário base neste item. A remuneração variável será de acordo com a sua produtividade e ninguém o proibiu de negociar a comissão.

3. Apresentar apenas as principais experiências.
Escolha as três melhores experiências que você teve, ou as mais coerentes com o seu objetivo. Não precisa apresentar todo o seu histórico profissional. Experiências com menos de 1 ano de duração podem ser mal vistas por alguns selecionadores. Enfatize os softwares e ferramentas que utilizou para comprovar os seus conhecimentos na prática.

4. Destacar os resultados alcançados.
Cada experiência é uma oportunidade para revelar os projetos que você assumiu, os números e percentuais que conquistou. Destaque o que fez de inovador na sua experiência. Três linhas de descrição da experiência mais duas linhas dos principais resultados são suficientes. Síntese é inteligência no currículo.

5. Revelar as certificações.
Se a empresa tem uma vaga de TI e utiliza a plataforma Apple, o selecionador vai gostar muito de ver o Apple Certified Mac Technician (ACMT) Certification no seu currículo. Não obstante, a empresa que está migrando a base de dados do HD para a Nuvem procura candidatos com o Microsoft Certified Professional (MCP) e a Certificação Private Cloud. Coaches e Consultores com certificações internacionais em instituições reconhecidas são mais valorizados.

6. Enfatizar os idiomas.
Existem vagas que o inglês, o espanhol e até o mandarim são impreteríveis.“Inglês básico” não existe. Exclua essa informação e evite passar vergonha na hora dos testes. O idioma é intermediário quando você se comunica bem e ainda não escreve tão bem. Do contrário, é avançado, com comunicação e escrita fluentes. Vivências internacionais são mais relevantes que os cursos nesse item.

7. Defender os trabalhos voluntários.
Trabalhos voluntários também são importantes, principalmente para os negócios de impacto social. Destaque um título para o voluntariado no currículo e descreva as atividades e resultados como fez nas experiências profissionais.

Um bom vendedor não apresenta produtos desnecessários para o cliente. Ele apresenta um produto sob medida para resolver o problema do comprador. O seu currículo funciona como uma proposta comercial adequada. Não deve ter mais ou menos do que o necessário. Você é a sua solução que a empresa precisa, ou seja, o “produto” que a empresa precisa conhecer mais pessoalmente. Propostas são diretas, uma ou duas páginas são suficientes para o seu currículo. Sem contar que elas apresentam uma ótima identidade visual. Capriche no layout e no design do seu currículo, sendo coerente com a sua personalidade.

Provavelmente, você ainda vai passar por testes, dinâmicas e avaliações, mas vai vencer centenas de candidatos ao ser convocado para um encontro pessoal. Peça a opinião de um profissional de RH, ou de um gestor de confiança antes de enviar o seu currículo. A revisão técnica e gramatical de outro profissional evita erros constrangedores e aumenta as suas chances de êxito.


(Fonte: www.administradores.com.br)