quinta-feira, 11 de agosto de 2016

6 Atitudes para se adaptar ao mercado de trabalho do futuro


Confira o que é fundamental para quem deseja continuar se destacando no mercado de trabalho nos próximos dez anos, segundo especialistas.

Você pode estar em um bom emprego e se sentir totalmente adaptado ao mercado de trabalho atual. Mas, será que essa realidade vai durar até a próxima década?

O que fazer para manter amanhã o sucesso conquistado hoje? EXAME.com fez essa pergunta a três especialistas do mercado. Confira o que eles disseram:

1 Visão generalista

Amplie o foco de atuação, mesmo que você já seja especialista em um assunto. Olhe para os lados, entenda onde você se situa e descubra o funcionamento dos outros departamentos da empresa. Adquira conhecimentos não necessariamente ligados ao seu trabalho.

“Temos visto uma tendência mais generalista. Um profissional da área financeira não pode ter o olhar apenas voltado a números, precisa entender o impacto de sua atividade na empresa como um todo”, diz Adriano Araújo, diretor executivo de RH do Grupo Empreza.

Para Henrique Gamba, gerente executivo de TI da Talenses, profissionais com conhecimentos mais abrangentes já têm se destacado aos olhos dos recrutadores. “Em mercados mais maduros, como Estados Unidos e Europa, é uma tendência mais consolidada”, diz.

2 Faça autogestão do conhecimento

Não espere ouvir do seu chefe que você precisa estudar determinado assunto, prepare-se de antemão e preencha eventuais lacunas na sua formação profissional, recomendam os especialistas consultados.

Esta, aliás, é uma das conclusões de um recente estudo realizado pelo do LinkedIn, em conjunto com a PwC. Para se manter preparado para o mercado do futuro é preciso se antecipar às necessidades que possam vir a surgir.

“Quando o profissional se acomoda, fica obsoleto rapidamente”, diz a presidente do Grupo Empreza, Helena Ribeiro.

3 Esteja aberto para lidar com outras culturas

Diversidade e multiculturalidade. Estes dois conceitos dão o tom do mercado de trabalho do futuro, segundo os entrevistados.
Esteja aberto para trabalhar com pessoas diferentes de você, em todos os sentidos. “As diferenças enriquecem o pensamento”, diz Helena.

Compreender e se adaptar para lidar com as diferenças culturais é a chave para se dar bem no mercado globalizado. Intercâmbios culturais são ótimas oportunidades de se desenvolver neste sentido.

4 Estude outras línguas

De acordo com Henrique Gamba, uma das grandes deficiências atuais dos profissionais brasileiros é a falta de domínio do inglês. “Nesse sentido, o Brasil está perdendo para outras economias, como China, Índia e Rússia que têm muito mais profissionais fluentes no idioma”, diz.

Se essa é já é uma demanda hoje, para o futuro é urgente. E só falar inglês não basta. Profissionais fluentes também em outros idiomas, como o espanhol, por exemplo, têm mais chances de se destacar.

5 Prepare-se para outros modelos de entrevista de emprego

Uma maneira de se antecipar às mudanças do mercado é olhar para a realidade atual de outros países, segundo Gamba. Nos Estados Unidos, por exemplo, entrevistas de emprego por telefone ou videoconferência já são bastante comuns. “Para o brasileiro, ainda é difícil se acostumar a este modelo”, diz.

6 Acostume-se ao trabalho remoto e em equipe

Uma nova forma de trabalho que tem se estabelecido é remota, móvel e com equipes distribuídas em diferentes locais.

“Já há gestores coordenando equipes espalhadas em outros países e em em dez anos isso tende a ser mais aguçado”, diz Gamba.
E nesse sentido disciplina, organização e comunicação são fundamentais para conquistar resultados nesta modalidade de trabalho. Adapte-se.


(Fonte: Céu)

Nenhum comentário:

Postar um comentário