quarta-feira, 8 de junho de 2016

Estudante de Veterinária salva cão da morte induzida no último minuto

Reprodução/DoveLewisEmergencyAnimalHospital
Reprodução/DoveLewisEmergencyAnimalHospital
Um cão paralisado que seria induzido à morte foi salvo no último minuto por um estudante de veterinária. A jovem o visitou e descobriu um carrapato que causou sua condição extremamente rara. Ollie o Sheltie, de Portland, Oregon, estava cada vez mais letárgico e fraco depois de voltar de um acampamento de férias e seu estado confundiu seu veterinário regular, informa o Daily Mail. Os exames de sangue e raios-X não ajudaram a explicar a condição do animal e, após ele ficar totalmente paralisado e incapaz de comer, seus tutores, Al e Joelle Meteney, concordaram em provocar a morte induzida no cão de 10 anos, de acordo com ABC News. Os Meteneys levaram Ollie para a emergência do Hospital de Animais DoveLewis e foi lá que Neena de Ouro fez uma descoberta surpreendente que salvou a vida do cão.
Como Ollie estava a apenas um minuto da morte, Golden decidiu confortá-lo e fez cócegas atrás de suas orelhas. Assim, ela encontrou o carrapato que estava causando os problemas de Ollie. Embora Ollie tivesse usado uma coleira contra carrapatos durante a viagem, um dos parasitas resistiu, causando a “paralisia do carrapato”, uma doença potencialmente fatal. Adam Stone, que estava supervisionando o procedimento, disse que a doença é muito rara.
“O médico entrou e lembrou que de ter ouvido sobre a doença na escola, “disse Al Meteney.
Agora, Ollie não está mais paralisado e está de volta com todas as suas quatro patas. “Ele está com os olhos brilhantes, ativo e perseguindo os esquilos ao redor”, completou o tutor.
(Fonte: http://www.anda.jor.br/25/05/2016/estudante-de-veterinaria-salva-cao-da-morte-induzida-no-ultimo-minuto)

Nenhum comentário:

Postar um comentário