quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Faleceu ontem a pessoa que atrapalhava sua vida…


Um dia, quando os funcionários chegaram para trabalhar, encontraram na portaria um cartaz enorme, no qual estava escrito: “Faleceu ontem a pessoa que atrapalhava sua vida na Empresa. Você está convidado para o velório na quadra de esportes”. No início, todos se entristeceram com a morte de alguém, mas depois de algum tempo, ficaram curiosos para saber quem estava atrapalhando sua vida e bloqueando seu crescimento na empresa. A agitação na quadra de esportes era tão grande, que foi preciso chamar os seguranças para organizar a fila do velório. Conforme as pessoas iam se aproximando do caixão, a excitação aumentava: – Quem será que estava atrapalhando o meu progresso ? – Ainda bem que esse infeliz morreu !
Um a um, os funcionários, agitados, se aproximavam do caixão, olhavam pelo visor do caixão a fim de reconhecer o defunto, engoliam em seco e saiam de cabeça abaixada, sem nada falar uns com os outros. Ficavam no mais absoluto silêncio, como se tivessem sido atingidos no fundo da alma e dirigiam-se para suas salas. Todos, muito curiosos mantinham-se na fila até chegar a sua vez de verificar quem estava no caixão e que tinha atrapalhado tanto a cada um deles. 
A pergunta ecoava na mente de todos: “Quem está nesse caixão”?
No visor do caixão havia um espelho e cada um via a si mesmo… Só existe uma pessoa capaz de limitar seu crescimento: VOCÊ MESMO! Você é a única pessoa que pode fazer a revolução de sua vida. Você é a única pessoa que pode prejudicar a sua vida. Você é a única pessoa que pode ajudar a si mesmo. “SUA VIDA NÃO MUDA QUANDO SEU CHEFE MUDA, QUANDO SUA EMPRESA MUDA, QUANDO SEUS PAIS MUDAM, QUANDO SEU(SUA) NAMORADO(A) MUDA. SUA VIDA MUDA… QUANDO VOCÊ MUDA! VOCÊ É O ÚNICO RESPONSÁVEL POR ELA.” (Desconheço autor)
O mundo é como um espelho que devolve a cada pessoa o reflexo de seus próprios pensamentos e seus atos. A maneira como você encara a vida é que faz toda diferença. A vida muda, quando “você muda”.
Luís Fernando Veríssimo

terça-feira, 14 de outubro de 2014

terça-feira, 30 de setembro de 2014

22ª FEIRA DO LIVRO E 5º FESTIVAL DE ARTE MÁGICA DE VERANÓPOLIS

 

De 04 a 12 de outubro acontece a 22ª Feira do Livro e 5º Festival de Arte Mágica de Veranópolis com o tema: “Que cada momento da vida seja uma lição que jamais será esquecida”. Este ano, o evento será realizado na Rua São Francisco de Assis, no entorno do Salão Nossa Senhora de Lourdes. O patrono da feira é o Frei Jaime Bettega.


A programação inicia com o espetáculo “Mistura Fina”, do Coro Municipal de Veranópolis, no sábado, dia 04, às 20h. A abertura oficial será realizada no domingo, 05, às 20h com concerto da Orquestra de Sopros de Veranópolis. Durante toda semana serão realizadas atividades com escritores como Helô Barichette, Joana Zancheta Flores, Sérgio Napp, Fernando Bins entre outros. O destaque fica para o bate-papo da segunda-feira, 06, com o músico Tico Santa Cruz, líder da banda Detonautas.


O 5º Festival de Arte Mágica tem início na sexta-feira, 10 e durante todo o final de semana prevê diversas apresentações, culminando com o grande espetáculo de encerramento de “Arte Mágica Contemporânea” no domingo, 12, às 20h. Confira a programação completa em anexo.


A Feira do Livro 2014 é uma realização da Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Educação e Cultura e apoio da Casa da Cultura Frei Rovílio Costa, Biblioteca Pública Mansueto Bernardi, Associação dos Mágicos do Rio Grande do Sul e Câmara de Vereadores de Veranópolis. Patrocínio master de Caixa Econômica Federal, Claro e Ceran, com apoio de Fecomércio RS, Sesc, Instituto Mix, Veraveículos, Criare, Confraria das Letras, Comiotto Requinte, Supermercado Frassul, Ipacol, Megaluz, Restaurante Dom Vital, Farmácia São João, Eletrolink, SM Transportes, Coopershoes, Santa Clara, Comdica, ACIV e UCS.

 




Este email está limpo de vírus e malwares porque a proteção do avast! Antivírus está ativa.


sexta-feira, 19 de setembro de 2014

IM REALIZANDO SONHOS!




IM na Hora do Faro!




Este email está limpo de vírus e malwares porque a proteção do avast! Antivírus está ativa.


Abertas as inscrições para a 4ª ABF Franchising Expo Nordeste

Empreendedores, consultores, proprietários, investidores, presidentes de empresas e interessados em franquias já podem se credenciar para visitar a 4ª ABF Franchising Expo Nordeste. Uma ação que irá facilitar o acesso ao evento, evitando filas e trazendo comodidade para retirada da credencial. Cada ingresso custa apenas R$ 20,00 e dará acesso livre a todos os dias de feira. O mesmo poderá ser adquirido antecipadamente a partir do dia 22 de setembro pelo site do evento ou no local durante a realização.

 

O evento acontecerá entre os dias 4 e 7 de novembro no Centro de Convenções de Pernambuco (Cecon-PE) e pretende reunir 120 marcas franqueadoras de diversos segmentos, além de Shopping Centers e fornecedores para lojistas.

 

Para este ano, a expectativa é que a 4ª ABF Franchising Expo Nordeste gere aproximadamente R$ 25 milhões em volume de negócios, além de reunir mais de 18 mil visitantes.  “Buscamos a cada ano atrair um público ainda maior e mais qualificado de investidores e candidatos à compra de franquias em todo o país. Isso é possível devido ao grande número de boas oportunidades reunidas, e a troca de experiências únicas durante o evento, proporcionando ao visitante a escolha do negócio ideal para o seu perfil de atuação”, afirma Ricardo Camargo, Diretor Executivo da ABF.

 

Entre os expositores que já confirmaram presença estão: Divino Fogão, Griletto, HM Varejo e Franchising, Babbo Giovanni, Lanchão & Cia, Grão Espresso, Mil Milk Shake, Lupa Lupa, Unhas Fast, Grupo Bonaparte, Fisk, Grupo Prepara, Five Star Pinturas, Ligue Site, CNA, Seletti, DNA natural, Água Doce Cachaçaria, Nys Collection, Óticas Mercadótica, D´leve,  Konimix, Anjos Colchões, Fiber, Mahogany, Mr. Kids, Quanto Prima, Spoleto, Ponto Natural, BA Stockler, Sorridents,  Mr. Mix Milk Shake, Empadinhas Barnabé, Pier, Zaiom, Lifestyle, Fábrica de Bolo da Vó Alzira, Grupo Restaura Jeans, Lady & Lord, Insituto Mix de Profissões, Daya Moda Inf, Siluets, Sodiê Doces, Linx, Giraffas, Multicoisas, Rede Banorte, Fast Açai, Habibs, SMZTO, Ferni, City Shoes, Vigia Online, Equivalenza, Contém 1g, Mart Shopping, Inovar Locações, Academia da Construção e os Shopping Centers Paulista North Way e Tenco.

 

A ABF Franchising Expo Nordeste 2014, é realizada pela ABF – Associação Brasileira de Franchising, e promovida e organizada pela BTS Informa – segunda maior promotora de feiras do Brasil tem, em sua versão regional da maior feira de franquias do mundo, oportunidades concretas para o visitante abrir seu próprio negócio.

 




Este email está limpo de vírus e malwares porque a proteção do avast! Antivírus está ativa.


"Net Salas" reúne semanalmente, investidores interessados em abrir franquia do Instituto Mix de Profissões

Road Show virtual acontece todas as terças-feiras, às 19h. Franqueador comanda a reunião, que costuma contar com a participação de interessados de todo o Brasil

Quando o assunto é a abertura de novas franquias, a tecnologia é uma forte aliada da franquia Instituto Mix de Profissões – que oferece 50 diferentes cursos profissionalizantes, em seis áreas: Beleza, Administração, Idiomas, Informática, Construção Civil e Saúde. Isso porque, além de participar de feiras de negócios frequentemente, a rede realiza road shows virtuais todas as terças feiras, às 19h.

Quem conduz a reunião virtual é o próprio franqueador, Alex Cavalheiro. “Em nossa net sala, compartilho uma apresentação completa do negócio. E os participantes podem interagir o tempo todo, a fim de que saiam do encontro virtual sem qualquer tipo de dúvida”, acrescenta Cavalheiro.

Os interessados em participar do road show devem, a princípio, acessar o site do Instituto Mix – www.institutomix.com.br - , clicar no link ‘Quero ser Franqueado’, e preencher um cadastro bem simples. Em seguida, receberão o convite e as instruções para acessar a net sala. 

“Sabemos que nosso negócio é interessante e damos todo o apoio aos franqueados. Atuamos num mercado com forte potencial de consumo, afinal, os brasileiros já começaram a entender que a educação é o caminho para melhorar de vida”, diz o franqueador. “Diante disso, tornou-se imprescindível facilitar o acesso das pessoas às informações sobre a nossa franquia”.

Mais sobre o Instituto Mix de Profissões – O foco do Instituto Mix é o aluno que busca formação profissionalizante – uma modalidade de ensino que cresce cada dia mais. Por isso, a franqueadora realiza pesquisas de mapeamento constantes, com o objetivo de entender melhor o aluno e oferecer opções cada vez mais adequadas à sua realidade.

Numa unidade franqueada do Instituto Mix, investem-se entre R$ 60 mil e R$ 155 mil, dependendo do tamanho da escola, e há também a opção de investir-se em uma máster-franquia, que dá o direito de desenvolver a marca na região onde está estabelecido, com metas de implantação, responsabilidade de suporte e obrigações de gestor e análise de todos os processos com franqueados e colaboradores. O foco de atuação dos franqueados é junto às classes C, D e E, que buscam o modelo cursos profissionalizantes para conquistar postos de trabalho especializados.

A franqueadora oferece cursos de sua Universidade Corporativa aos franqueados, nos níveis básico, intermediário e avançado. Ela também possui um sistema online que monitora diariamente cada franquia. O SAD – Sistema de Avaliação de Desempenho – avalia diversos indicadores, como vendas, qualidade, custos, marketing em mídia e outros. Com isso, consegue dar ao franqueado um feedback detalhado sobre os rumos do negócio – e acertá-lo, caso haja necessidade, muitas vezes antes de haver algum problema.

Utilizando essas ferramentas de gestão, os índices de satisfação dos franqueados do Instituto Mix são muito altos – chegam a 98%. E os insatisfeitos são ouvidos atentamente, para que o negócio possa se adequar às expectativas tanto da franqueadora quanto dos franqueados.

Atualmente, o Instituto Mix atende mais de 70 mil alunos com 50 diferentes cursos profissionalizantes, em seis áreas: Beleza, Administração, Idiomas, Informática, construção Civil e Saúde. Assim, a rede supre 90% das demandas de mercado por oferecer cursos como atendente de farmácia e drogaria; massoterapia; inglês; web designer gráfico; analista em manutenção de computadores e redes; técnicas administrativas; recepção e atendimento; estética facial, manicure e pedicure profissional. Os cursos de Beleza são os mais procurados pelos alunos, em sua grande maioria mulheres. 

As aulas podem ser em grupo ou individuais, presenciais ou interativas, dependendo da área escolhida. Todas as aulas são realizadas dentro do Instituto Mix – mesmo as interativas, nas quais cada aluno ocupa um computador.

O Instituto Mix ainda mantém uma agência de empregos que prioriza os currículos de seus alunos no processo de agenciamento – este é um serviço pago à parte, que gera uma fonte de renda diferente para a franquia.

Outra fonte de receita são os cursos corporativos criados pelo Instituto Mix, que transforma rotinas de trabalho em plataforma de ensino para trabalhadores das mais variadas empresas, como, por exemplo, postos de gasolina. Tudo isso comprova que a franqueadora não dá atenção apenas aos seus clientes finais, mas também pensa no sucesso de seus franqueados.

O Instituto Mix, atento às necessidades do mercado, também oferece cursos exclusivos, a exemplo do “Instalação e Manutenção de Ar-Condicionado e Split”, para um mercado que cresce ano a ano. “Nossos alunos não ficam desempregados nessa área. É um orgulho para nós”, finaliza Cavalheiro.




Este email está limpo de vírus e malwares porque a proteção do avast! Antivírus está ativa.


quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Óleo de coco e suas 1001 utilidades cosméticas!

 

Os óleos vegetais, ao contrário dos minerais, têm uma grande capacidade de reter água, o que os torna ótimos hidratantes. Óleos como o de coco, amêndoas, argan, uva, rosas e outras tantas plantas e frutas, possuem a estrutura semelhante à da pele, por isso reagem melhor com o tecido e permitem que tanto a água quanto outros princípios ativos sejam bem absorvidos, além de deixarem a pele respirar e assimilar a luz solar.

Por conta disso, eles são mais potentes que séruns, cremes, loções e géis e ainda possuem nutrientes, vitaminas e ácidos graxos, que não são produzidos naturalmente pelo organismo e que previnem o ressecamento da pele, o aparecimento de rugas, de manchas, além de realmente tratar os cabelos. Para completar, eles são biodegradáveis, não poluem e nem agridem o meio ambiente (a depender da forma como foram extraídos, claro!).

Já os óleos minerais (descritos nas embalagens dos produtos como Paraffinum Liquidum ou Mineral Oil) são derivados do petróleo (exatamente, tu anda passando petróleo na cara) e não conseguem hidratar da mesma forma porque possuem componentes como parafina, vaselina e silicone, que formam uma barreira de retenção de água na pele e no cabelo. O resultado é a formação de uma película que “maquia” sua pele e seu cabelo. Eles até parecem hidratados, mas por baixo daquela camada de óleo, sua pele e seu cabelo continuam ressecados e seus poros obstruídos, o que pode levar ao surgimento de cravos, espinhas e caspas. Por fim, os óleos minerais não são biodegradáveis e continuam poluindo o meio ambiente por muito tempo depois do seu banho.

Ufa! Voltemos ao óleo de coco agora.

Depois de semanas de testes, fiz uma listinha com algumas formas de usar o óleo na rotina de beauté:

Cabelos

Leave-in. O óleo é um excelente leave-in! Eu diria até que é um dos melhores que já usei. O cabelo fica bem brilhoso, hidratado e com um cheirinho delícia. Mas atenção, pegue leve!! Use beeeeeem pouquinho, só umas gotinhas mesmo, ou seu cabelo pode ficar mega oleoso! E quando eu digo “mega oleoso” eu estou dizendo que dá pra fritar uma porção de batatinhas do McDonald's com o óleo do seu cabelo. Vá aos poucos que dá certo!

Condicionador/hidratante. Algumas gotinhas também fazem milagre junto com o condicionador e a máscara semanal. Você pode misturar na hora de usar ou já acrescentar no próprio pote do produto. Só fique de olho na data de validade do óleo e, novamente, use só algumas gotinhas!

Pré-shampoo. Eu testei como pré-shampoo, mas não senti muita diferença. Dizem que ajuda a manter o cabelo hidratado. Se alguém quiser tentar, depois conta aqui o que achou, tá?!

Rosto

Demaquilante. Como já contei, o óleo de coco é um ótimo demaquilante. É só massagear algumas gotinhas na pele, tirar o excesso com um algodão ou lenço de papel e depois lavar o rosto normalmente. Rostinho limpo e hidratado. Supimpa!

Hidratante. Usei como hidratante e também adorei. A pele fica super macia, iluminada e não rolou espinhas (até porque o óleo de coco é antibacteriano e antifúngico, então ele ainda evita o surgimento de acne)! Para não ficar com a cara oleosa, eu pingo duas gotinhas nas mãos úmidas, massageio o rosto e deixo secar naturalmente.

Esfoliante. Misturei o óleo com argila branca, massageei o rosto e depois lavei normalmente. A pele fica limpinha, macia e hidratada. Acho que misturar com outros tipos de argila ou açúcar mascavo também deve funcionar super bem!

Lábios

Balm. O óleo é um ótimo balm. É só massagear uma gotinha nos lábios e pronto. Não fica com cara de quem comeu frango assado, juro!

Esfoliante. Para a pele fina dos lábio eu misturei o óleo com açúcar demerara e massageei bem de leve. Selo joinha de aprovação.

Corpo

Banho. Dá pra usar o óleo antes, durante e depois do banho, da mesma forma que a gente usa os tradicionais. A diferença é que o óleo de coco deixa a pele hidratada, mas não ensebada, como os óleos minerais costumam deixar. Das três formas, a que eu mais gostei foi pingar umas gotinhas na bucha e passar junto com o sabonete. Achei mais prático e deixa a pele ótima.

Esfoliante. Mesma coisa do rosto: algumas gotinhas do óleo + argila branca. Quanto mais argila, mais potente a esfoliação, então essa quantidade varia de acordo com o gosto (e a necessidade) da freguesa.

Unhas

Hidratante/Secante. Sabe aquele óleo que a gente usa depois do esmalte? O meu acabou e eu tive a brilhante ideia de colocar o óleo de coco no vidrinho vazio. Resultado: Protege a unha, hidrata a cutícula e ainda aproveito o restinho nos lábios.
 

Gostou? Teste você também! Eu usei óleo de coco extra virgem, 100% natural, mas existem uma infinidade de óleos vegetais tão bons ou até melhores que ele. Experimente trocar os minerais por alternativas naturais e depois conte o que achou! Sua saúde, sua beleza e o planeta agradecem. ;)
 

Fonte: O conteúdo do EcoDesenvolvimento.org está sob Licença Creative Commons. Para o uso dessas informações é preciso citar a fonte e o link ativo do Portal EcoD. http://www.ecodesenvolvimento.org/simplificando/2013/agosto/oleo-de-coco-mil-e-uma-utilidades-cosmeticas?tag=simplificando#ixzz3BcYUU6as 
Condições de uso do conteúdo 
Under Creative Commons License: Attribution Non-Commercial No Derivatives

 

 




Este email está limpo de vírus e malwares porque a proteção do avast! Antivírus está ativa.


quinta-feira, 31 de julho de 2014

Pulseira inteligente vibra para te manter ligado nas redes sociais

 

Uma empresa italiana criou uma forma alternativa de se manter conectado às suas redes sociais. Trata-se de uma pulseira diferente, a qual possui botões removíveis que podem ser encaixados representeando sites e redes sociais diferentes.

A ideia é que cada um destes botões localizados na pulseira do equipamento acenda quando uma notificação é recebida. Além disso, a banda da pulseira vibra no mesmo momento.

O produto também será capaz de vibrar caso outro usuário usando a pulseira esteja perto. Dessa forma, um simples aperto de mão fará com que os dois envolvidos se tornem amigos nas redes sociais.

Chamado de Hicon, a novidade tem se mostrado promissora em relação aos smartwatch, devido ao custo bastante reduzido. Ela foi criada pela Things-Lab, empresa que criou uma campanha em um site coletivo para financiar a produção do dispositivo.

Por meio da conexão Bluetooth, a pulseira é sincronizada com um iPhone, trabalhando com Facebook, Twitter, Instagram, Google+, WhatsApp, Skype, youTube, Snapchat entre outros. As “teclas” podem ser removidas e substituídas por outras, dependendo dos aplicativos mais usados pelos usuários.

Pulseira Hicon permite receber notificações por meio de vibrações no braço e adicionar amigos com um simples aperto de mão.

A empresa alegou que a ideia é reduzir o tempo que o internauta verifica as notificações em suas redes.

A Hicontem 13 milímetros de espessura e é feita de silicone. Ela ainda é impermeável e à prova de areia. Quando entrar no varejo, deve ser vendida por aproximadamente R$ 190.

(Fonte Portal R7)

quarta-feira, 30 de julho de 2014

Espelho tecnológico tira selfies e publica nas redes sociais

Com a moda dos selfies por todas os lados, a agência digital iStrategy Labs, de Washington, EUA, criou um espelho que faz autorretratos instantâneos dos usuários. Intitulado SELFIE, o nome do produto é uma sigla para Self Enhancing Live Feed Image Engine (“motor de imagem de auto-melhoramento com transmissão ao vivo”).

 

Para a invenção funcionar, basta o usuário parar em frente ao espelho em um ponto demarcado no chão e sorrir. Atrás da peça, há um computador Mac Mini, com software de reconhecimento visual, que detecta a presença humana e o movimento da boca.

Então, luzes de LED indicam uma contagem regressiva para avisar que, em instantes, a foto será tirada por uma webcam. Na hora do clique, elas acendem simulando um flash e a imagem capturada é postada no Twitter com um logotipo escolhido pela pessoa.

Conheça nossos cursos na área tecnológica! Clique aqui

 

 

terça-feira, 1 de julho de 2014

Por que crianças não devem ter smartphones e tablets antes dos 12 anos

A utilização de aparelhos eletrônicos pode prejudicar o desenvolvimento infantil. Mas como isso acontece?

 

Você deixa que seus filhos pequenos ou outras crianças tenham acesso a smartphones ou tablets? Pois saiba que isso pode acarretar uma série de problemas no desenvolvimento deles. Dois grandes institutos da América do Norte — Sociedade Canadense de Pediatria e Academia Americana de Pediatria — foram responsáveis por uma série de estudos bem profundos sobre isso.

 

A conclusão a que chegaram é bem interessante. Segundo os especialistas, há diversos problemas causados pelos eletrônicos em crianças de até 12 anos. Está curioso para saber quais são eles? Então fique atento neste artigo para saber exatamente em que aspectos a utilização de smartphones e tablets podem ser prejudiciais.

 

1. Problemas de desenvolvimento cerebral

 

Os cérebros dos bebês crescem muito rapidamente nos primeiros anos de vida. Até completar dois anos, uma criança tem seu órgão triplicado em tamanho. Nesse período, os estímulos do ambiente — ou a falta deles — são muito importantes para determinar o quão eficiente será o desenvolvimento cerebral. Alguns estudos mostram que a superexposição a eletrônicos nesse período pode ser prejudicial e causar déficit de atenção, atrasos cognitivos, distúrbios de aprendizado, aumento de impulsividade e diminuição da habilidade de regulação própria das emoções.

 

2. Obesidade

 

Você já deve ter ouvido alguma afirmação similar a: “As crianças do século 21 fazem parte da primeira geração de pessoas que não vai viver mais do que os próprios pais”. Um dos grandes motivos para isso é a obesidade, que pode sim estar ligada ao uso excessivo de eletrônicos. Estima-se que crianças com aparelhos no próprio quarto têm 30% mais chance de serem obesas do que outras.

 

3. Problemas relacionados ao sono

 

A constante utilização dos aparelhos pode acabar gerando dependência em diversos graus diferentes. Um dos problemas relacionados a isso está no fato de que muitas crianças deixam de dormir para jogar, navegar ou conversar nos aparelhos. Além das consequências psicológicas causadas por isso, também é preciso lembrar que a falta de sono noturno pode gerar problemas de crescimento.

 

4. Problemas emocionais

 

Há estudos de diversas partes do mundo ligando diretamente a utilização excessiva de tecnologia a uma série de distúrbios emocionais. Entre os mais citados pelos pesquisadores estão: “Depressão infantil, ansiedade, autismo, transtorno bipolar, psicose e comportamento problemático”. Crianças tendem a repetir comportamentos dos adultos e de personagens que consideram referências. Logo, a exposição a jogos e filmes com violência excessiva pode causar problemas de agressividade também às crianças de até 12 anos.

 

5. Demência digital

 

Psicólogos e pediatras dos institutos já mencionados afirmam: “Conteúdos multimídia em alta velocidade podem contribuir para aumento o déficit de atenção.”. Além disso, a exposição a isso também causa problemas de concentração e memória. O motivo para isso seria a redução de faixas neuronais para o córtex frontal, que acontece pelo mesmo motivo recém-mencionado.

 

6. Emissão de radiação

 

A discussão sobre a relação entre o uso de celulares e o surgimento de câncer cerebral ainda é bem polêmica — e pouco conclusiva. Mas há algo em que os cientistas concordam: as crianças são mais sensíveis aos agentes radioativos do que adultos. Por causa disso, pesquisadores canadenses acreditam que a radiação dos celulares deveria ser considerada como “provavelmente cancerígena” para crianças.

 

Independente do quanto os médicos norte-americanos culpam os celulares e tablets por uma série de problemas infantis, é importante sempre ficar atento aos usos de cada aparelho. Manter os eletrônicos aliados à educação das crianças pode ser uma saída muito interessante, mas sempre evitando os excessos e a superexposição a conteúdos agressivos.

 

Fonte (Internet)

quarta-feira, 11 de junho de 2014

Veja os 5 piores perfis de profissionais - Seja na hora de contratar ou de oferecer uma promoção, os perfis dos profissionais fazem toda a diferença!

Alguns, inclusive, chegam a jogar contra qualquer uma das duas oportunidades.

E foi isso que o Nube (Núcleo Brasileiro de Estágios) tentou mapear para alertar quem está entrando no mercado de trabalho ou quem quer se dar bem dentro da empresa – ou seja, todo mundo.

Depois de ouvir 6.945 pessoas, com idade entre 15 e 26 anos, a conclusão foi que os “fofoqueiros” são os mais mal vistos pela equipe, segundo 27,43% dos entrevistados. Nada mais tóxico no escritório do que aquela pessoa que sempre tem um comentário negativo a fazer sobre quem quer que seja.

Na sequência - quase empatados -, aparecem os “enroladores”, com 27,30%. Fingir estar sempre atarefado, mas nunca produzir nada e não ter nenhuma iniciativa também incomoda muito.

“Quando há uma maçã podre no círculo de convivência, todos os integrantes de uma equipe acabam contaminados. Por isso, tanto quem faz fofoca como os enroladores prejudicam o ambiente por inteiro e são mal vistos pelos colegas”, disse a coordenadora de treinamento e desenvolvimento do Nube, Yolanda Brandão, em entrevista ao Jornal O Globo.

Viver reclamando de tudo e de todos e descontar o mau humor nos colegas de trabalho também pega muito mal. Por isso, em terceiro lugar apareceu o “ranzinza”, com 22,75% dos votos.

Ainda de acordo com Yolanda, este é um tipo de comportamento bastante imaturo e que pode colocar o trabalho em risco.

Já o funcionário “pavão” conquistou a quarta posição com 13,03%. Sempre presente, é aquele que adora ser o foco das atenções e comentar seus bons resultados.

Por fim, na base da lista, com 9,49%, apareceu o “bajulador”. Tudo o que ele faz é criar laços em busca de benefícios.

Cinco rótulos extremamente prejudiciais e que, cedo ou tarde, podem destruir carreiras.

 

(Fonte Exame)

 

quinta-feira, 29 de maio de 2014

6 frases que "queimam" sua imagem no trabalho!

Falar “eu não ganho para isso” é a primeira delas, segundo especialista.

Veja por que esta e outras frases devem ser riscadas do seu repertório profissional (Fonte Revista Exame)

Cuidado com o que você fala durante o expediente para o seu chefe, colegas ou subordinados. É que suas palavras podem servir como uma espécie de combustível para “queimar” a sua reputação profissional e minar suas chances de crescer na empresa.

De acordo com Erica Isomura, especialista em Recursos Humanos da Vagas Tecnologia, 6 tipos de frases são altamente “inflamáveis” para sua carreira. Confira quais são e por que é melhor riscá-las do seu repertório:

1 “Eu não ganho para isso”

Determinar sua atuação levando em conta apenas o job description barra o surgimento de boas oportunidades de crescimento.

De acordo com Erica, o tão almejado resultado financeiro vem como uma consequência. Você pode até considerar esta uma lógica perversa, mas primeiro mostre o seu valor e encare a nova tarefa. Tendo um desafio na manga como "trunfo", você tem muito mais chances de sucesso na hora de negociar um aumento de salário.

2 "Sempre foi assim e você não mudará isso"

Quem se dá bem na carreira, hoje em dia, são as pessoas que seguem a lógica inversa da explicitada pela frase acima. “Destacam-se os profissionais que são agentes de mudança”, diz Erica.

Portanto, enxergue as alternativas para processos e procedimentos como ótimas oportunidades de demonstrar seu poder de inovação. “A única certeza que temos, atualmente, é a de que haverá mudanças”, diz a especialista.

3 “Eu tenho razão"

O foco deve ser ajustado sob outro ângulo, segundo Erica. “Não importa quem tem razão. Importa que há um problema que precisa ser resolvido”, diz ela. Ou seja, a ótica deve ser sempre a da colaboração.

4 “Esta empresa não tem jeito, nada dá certo, tudo está errado, nunca vai mudar"

Uma continuação perfeita para a frase acima é o jargão: “ó vida, ó azar”. Este tipo de atitude negativa pode parecer inofensiva, mas vai de encontro a um dos lemas máximos de um bom chefe: inspirar e motivar a equipe.

5 “Fulano é um idiota"

Ou qualquer agressão semelhante. “Frases assim demonstram despreparo e imaturidade emocional”, diz Erica.

Ao expressar toda a sua raiva, você pode até desopilar o seu fígado, mas a luz vermelha acende em um ponto que certamente é levado em consideração na hora de uma promoção: a inteligência emocional.

Conflitos profissionais existem e ganha pontos quem consegue resolvê-los na base da negociação. Muito mais eficiente é o profissional que deixa "picuinhas" de lado e aposta em táticas infalíveis para solucionar conflitos.

6 “Nossa, você não sabe quem está saindo com o fulano, que é casado?”

“Quem? Quem? Quem?”, responderiam os fofoqueiros de plantão. Mas, o problema é que chefes não costumam aprovar este tipo de conduta e quem as adota perde credibilidade, outro item fundamental para quem deseha chegar a postos de liderança.

Por isso, há especialistas que recomendam até táticas (bem) radicais para cortar a fofoca pela raiz no trabalho. “Se você não tem nada de positivo para falar sobre uma pessoa, melhor não falar nada”, diz Erica. 

 

terça-feira, 8 de abril de 2014

Professor defende questão com a 'grande pensadora' Valesca Popozuda

 

Uma prova de filosofia do Centro de Ensino Médio 3 de Taguatinga, no Distrito Federal, rodou a internet esta noite. No teste, o professor Antônio Kubitschek questiona os alunos sobre o que diz a "grande pensadora contemporânea" Valesca Popozuda em sua música "Beijinho no Ombro", hit de funk lançando há três meses.

Na prova de múltiplas escolhas, os alunos deveriam completar o trecho da música que diz "se bater de frente..." com as seguintes opções: A) "É só tiro, porrada e bomba"; B) "É só beijinho no ombro"; C) "É recalque" ou D)"É vida longa". Para aqueles que não conhecem o funk, a resposta é a letra A.

Segundo Kubitschek, responsável pela prova, a pergunta foi colocada no contexto de um debate em sala de aula sobre a formação moral da sociedade e sobre a construção de valores. "Discutimos em sala que a escola só aparece na mídia em contextos ruins. Há 20 dias fizemos uma exposição de fotos e nenhum veículo de comunicação deu atenção. Eu decidi colocar uma questão como essa na prova esperando a repercussão nas redes sociais e na imprensa", afirmou em entrevista à rádio CBN.

Ainda segundo o docente, o uso do termo "grande pensadora" não foi colocado entre aspas na prova porque ele acredita que a funkeira tem influência sobre a sociedade. "Por que não posso chamar a Valesca de pensadora? Qualquer pessoa que consiga construir um conceito é um filósofo. A todo momento em que você abre sites e revistas de fofocas, aparece que fulano 'deu beijinho no ombro'. Ela acabou criando um conceito. Se ela influencia a sociedade com o que ela pensa, eu a considero sim uma pensadora".

Em sua página no Facebook, Valesca comentou o fato de ter sido citada como grande pensadora. "Eu acho uma bobagem isso tudo, se ele tivesse colocado um trecho de qualquer música de MPB, ou até mesmo de qualquer outro gênero musical que não fosse o funk, talvez não tivesse provocado esse problema", declarou a funkeira.

 

Fonte (internet)

sexta-feira, 21 de março de 2014

DICAS DE SAÚDE IM - COMO A MEDICINA DA DOENÇA FUNCIONA

 

 

Conheça nossos cursos na área da Saúde! Clique aqui!

 

Aos 30 anos, você tem uma depressãozinha, uma tristeza meio persistente: prescreve-se FLUOXETINA.

A Fluoxetina dificulta seu sono. Então, prescreve-se CLONAZEPAM, o Rivotril da vida. O Clonazepam o deixa meio bobo ao acordar e reduz sua memória. Volta ao doutor.

 

Ele nota que você aumentou de peso. Aí, prescreve SIBUTRAMINA.

A Sibutramina o faz perder uns quilinhos, mas lhe dá uma taquicardia incômoda. Novo retorno ao doutor. Além da taquicardia, ele nota que você, além da “batedeira” no coração, também está com a pressão alta. Então, prescreve-lhe LOSARTANA e ATENOLOL, este último para reduzir sua taquicardia.

 

Você já está com 35 anos e toma: Fluoxetina, Clonazepam, Sibutramina, Losartana e Atenolol. E, aparentemente adequado, um “polivitamínicos” é prescrito. Como o doutor não entende nada de vitaminas e minerais, manda que você compre um “Polivitamínico de A a Z” da vida, que pra muito pouca coisa serve. Mas, na mídia, Luciano Huck disse que esse é ótimo. Você acreditou, e comprou. Lamento!

 

Já se vão R$ 350,00 por mês. Pode pesar no orçamento. O dinheiro a ser gasto em investimentos e lazer, escorre para o ralo da indústria farmacêutica. Você começa a ficar nervoso, preocupado e ansioso (apesar da Fluoxetina e do Clonazepam), pois as contas não batem no fim do mês. Começa a sentir dor de estômago e azia. Seu intestino fica “preso”. Vai a outro doutor. Prescrição: OMEPRAZOL + DOMPERIDONA + LAXANTE “NATURAL”.

Os sintomas somem, mas só os sintomas, apesar da “escangalhação” que virou sua flora intestinal. Outras queixas aparecem. Dentre elas, uma é particularmente perturbadora: aos 37 anos, apenas, você não tem mais potência sexual. Além de estar “brochando” com frequência, tem pouquíssimo esperma e a libido está embaixo dos pés.

 

Para o doutor da medicina da doença, isso não é problema. Até manda você escolher o remédio: SILDANAFIL, TADALAFIL, LODENAFIL ou VARDENAFIL, escolha por pim-pam-pum. Sua potência melhora, mas, como consequência, esses remédios dão uma tremenda dor de cabeça, palpitação, vermelhidão e coriza. Não há problema, o doutor aumenta a dose do ATENOLOL e passa uma NEOSALDINA para você tomar antes do sexo. Se precisar, instila um “remedinho” para seu corrimento nasal, que sobrecarrega seu coração.

 

Quando tudo parecia solucionado, aos 40 anos, você percebe que seus dentes estão apodrecendo e caindo. (entre nós, é o antidepressivo). Tome grana pra gastar com o dentista. Nessa mesma época, outra constatação: sua memória está falhando bem mais que o habitual. Mais uma vez, para seu doutor, isso não é problema: GINKGO BILOBA é prescrito.

 

Nos exames de rotina, sua glicose está em 110 e seu colesterol em 220. Nas costas da folha de receituário, o doutor prescreve METFORMINA + SINVASTATINA. “É para evitar Diabetes e Infarto”, diz o cuidador de sua saúde(?!).

Aos 40 e poucos anos, você já toma: FLUOXETINA, CLONAZEPAM, LOSARTANA, ATENOLOL, POLIVITAMÍNICO de A a Z, OMEPRAZOL, DOMPERIDONA, LAXANTE “NATURAL”, SILDENAFIL, VARDENAFIL, LODENAFIL ou TADALAFIL, NEOSALDINA (ou “Neusa”, como chamam), GINKGO BILOBA, METFORMINA e SINVASTATINA (convenhamos, isso está muito longe de ser saudável!). Mil reais por mês! E sem saúde!!!

 

Entretanto, você ainda continua deprimido, cansado e engordando. O doutor, de novo. Troca a Fluoxetina por DULOXETINA, um antidepressivo “mais moderno”. Após dois meses você se sente melhor (ou um pouco “menos ruim”). Porém, outro contratempo surge: o novo antidepressivo o faz urinar demoradamente e com jato fraco. Passa a ser necessário levantar duas vezes à noite para mijar. Lá se foi seu sono, seu descanso extremamente necessário para sua saúde. Mas isso é fácil para seu doutor: ele prescreve TANSULOSINA, para ajudar na micção, o ato de urinar. Você melhora, realmente, contudo... não ejacula mais. Não sai nada!

 

Vou parar por aqui. É deprimente. Isso não é medicina. Isso não é saúde.

 

Essa história termina com uma situação cada vez mais comum: a DERROCADA EM BLOCO da sua saúde. Você está obeso, sem disposição, com sofrível ereção e memória e concentração deficientes. Diabético, hipertenso e com suspeita de câncer. Dentes: nem vou falar. O peso elevado arrebentou seu joelho (um doutor cogitou até colocar uma prótese). Surge na sua cabeça a ideia maluca de procurar um CIRURGIÃO BARIÁTRICO, para “reduzir seu estômago” e um PSICOTERAPEUTA para cuidar de seu juízo destrambelhado é aconselhado.

 

Sem grana, triste, ansioso, deprimido, pensando em dar fim à sua minguada vida e... DOENTE, muito doente! Apesar dos “remédios” (ou por causa deles!!).

 

A indústria farmacêutica? “Vai bem, obrigado!”, mais ainda com sua valiosa contribuição por anos ou décadas. E o seu doutor? “Bem, obrigado!”, graças à sua doença (ou à doença plantada passo-a-passo em sua vida).

 

Fonte: Carlos Bayma Med

quinta-feira, 6 de março de 2014

iPhone 6c fino, leve e com tela grande é mostrado em vídeo

 

 

O iPhone 5c, a versão colorida do smartphone da Apple, não foi um grande sucesso. Mas o designer holandês Joseph Farahi resolveu “consertar” o aparelho tornando-o realmente atraente.

 

Farahi imaginou um iPhone 6c mais fino, mais leve e com tela maior que a do iPhone 5c. O resultado é um smartphone atraente. Se fosse real, poderia ser o objeto dos desejos de muita gente.

 

Ao publicar o vídeo no YouTube, Farahi listou quais seriam as características desse hipotético iPhone 6c: tela Retina de 4,7 polegadas; câmera de 8 megapixels; flash duplo (como o do iPhone 5s) e sensor de impressões digitais.

 

Na concepção de Farahi, o iPhone 6c teria 7,1 milímetros de espessura, 1 mm a menos que o atual iPhone 5s (o iPhone 5c tem quase 9 mm) e peso de 116 gramas (contra 132 gramas do iPhone 5c e 121 gramas do 5s).

E haveria opção de cor totalmente preta, inexistente atualmente.

 

Embora as características listadas pelo designer pareçam viáveis, ainda não há certeza de que a Apple terá um sucessor para o iPhone 5c. Se tiver, ele deve ser apresentado no segundo semestre junto com o iPhone 6.

 

É provável que esses novos modelos do iPhone tenham tela maior que as atuais, como sugere Farahi.

 

Confira o vídeo:

 

http://www.youtube.com/watch?v=QVvaZbFL-B4

 

Fonte: Revista Exame

iPhone 6c fino, leve e com tela grande é mostrado em vídeo

 

O iPhone 5c, a versão colorida do smartphone da Apple, não foi um grande sucesso. Mas o designer holandês Joseph Farahi resolveu “consertar” o aparelho tornando-o realmente atraente.

 

Farahi imaginou um iPhone 6c mais fino, mais leve e com tela maior que a do iPhone 5c. O resultado é um smartphone atraente. Se fosse real, poderia ser o objeto dos desejos de muita gente.

 

Ao publicar o vídeo no YouTube, Farahi listou quais seriam as características desse hipotético iPhone 6c: tela Retina de 4,7 polegadas; câmera de 8 megapixels; flash duplo (como o do iPhone 5s) e sensor de impressões digitais.

 

Na concepção de Farahi, o iPhone 6c teria 7,1 milímetros de espessura, 1 mm a menos que o atual iPhone 5s (o iPhone 5c tem quase 9 mm) e peso de 116 gramas (contra 132 gramas do iPhone 5c e 121 gramas do 5s).

E haveria opção de cor totalmente preta, inexistente atualmente.

 

Embora as características listadas pelo designer pareçam viáveis, ainda não há certeza de que a Apple terá um sucessor para o iPhone 5c. Se tiver, ele deve ser apresentado no segundo semestre junto com o iPhone 6.

 

É provável que esses novos modelos do iPhone tenham tela maior que as atuais, como sugere Farahi.

 

Confira o vídeo:

 

http://www.youtube.com/watch?v=QVvaZbFL-B4

 

Fonte: Revista Exame

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Aparelhos artificiais! Uma "modinha" bem perigosa!

 

A nova moda que esta pegando entre os jovens pode custar muito caro à saúde bucal. Uma das matérias mais comentadas na mídia essa semana.

 

Começou a virar moda entre os jovens, colocar aparelhos artificiais que são vendidos até mesmo por camelôs. Eles são personalizados e possui várias cores diferentes o que chama atenção para quem realmente precisa utilizar. Tentando deixar um pouco mais agradável a aparência dos aparelhos, os jovens se arriscam a colocá-los sem nem mesmo saber os danos que podem causar.

 

 

Foi feita a denuncia pela mídia, dos "ortodônticos" que faziam o procedimento no maior centro de compras a céu aberto do país, a rua 25 de março. O preço de R$60,00, a facilidade e os vários estilos, foram as razões que mais atraíram os jovens a arriscar a saúde bucal. A aplicação é feita pelo próprio camelô e não por um dentista especializado, o que aumenta ainda mais o grau de risco, tratando-se de um procedimento que pode afetar permanentemente os dentes.

 

Como os riscos até então eram desconhecidos sobre o material e a maneira que é feita a aplicação um jovem que não quis se identificar, resolveu entrar nessa moda e acabou pagando caro. Com o passar do tempo o jovem começou a sentir fortes dores na boca e tudo piorava quando ele fazia suas refeições. O caso estava se agravando quando a mãe do rapaz teve que levá-lo ao pronto socorro. O problema com os aparelhos estão na cola que é utilizada na coloração e a contaminação que elas oferecem, o garoto teve que passar por uma pequena cirurgia para remover três de seus dentes.

Para piorar ainda mais a situação, algumas enzimas liberadas pelo produto condenaram a raiz de um canino e de dois molares, sendo necessário realizar a extração de cada um deles para que o jovem não sentisse mais dores. O garoto foi liberado e vai ter que colocar implantes para voltar a ter um sorriso normal.

O assunto, que foi um dos temas mais comentados dessa semana, alertam a todos que desejam utilizar algo assim, saibam desses danos e o quanto podem ser prejudiciais à medida que a cola fica em contato com os dentes. Pode ser legal a ideia de mudar o visual e as cores que fazem os tão odiados aparelhos ficarem menos "desagradáveis", mas aparelhos não foram feitos para essa razão e o preço a se pagar por tal extravagância é caro demais.

 

 

Curso de Auxiliar em Saúde Bucal. Cursos na Área da Saúde.

 

Fonte: G1

 

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Cabelos coloridos com Giz Pastel! Dicas para o carnaval!

Está cada vez mais comum as pessoas andarem com os cabelos coloridos por aí, fomos atrás dessa técnica e vamos mostrar pra você o que é e como funciona!

 

 

Essa técnica chamada “Chalking the hair”, resumidamente é pintar os cabelos com giz pastel macio, usado para pintar telas, não confunda com giz de cera!! Além de ideal pra quem tem medo de pintar, é perfeito pra quem não pode pintar pois sai na primeira lavagem!

 

E não é nem um pouco difícil de ser feito veja:

 

 

Como fazer:

 

1º passo: Pegue uma mecha fina do cabelo e enrola. Com o giz pastel esfregue na mecha, até que a cor fique nos fios.

2º passo: Escove o cabelo para poder tirar o excesso de pó.

3º passo: Para fazer o efeito dip dye usa uma cor escura e outra clara.

4º passo: Finalize o efeito com a cor clara.

 

 

AVISOS E DICAS:

• O efeito sai na primeira lavagem e não estraga o cabelo!

• Se você quiser facilitar na hora de “pintar”, antes do Passo 1 borrife água na mecha. Com os fios úmidos a tinta vai soltar ainda mais rápido. Mas existe um “porém”, se você for loira ou tem californianas, o efeito pode durar por mais algum tempo e sair só com algumas lavagens. Se duração por mais alguns dias era o que você estava procurando, então molhe o cabelo antes.

• Se você tem cabelo preto, você realmente vai precisar molhar o cabelo antes do processo. E sim, funciona super bem em cabelos pretos, também. Ruivos também funcionam.

• Use apenas os soft pastels, é o pastel do tipo macio. Os outros do tipo dried/seco ou oil/oleoso não vão funcionar. Principalmente os do tipo oleoso, que grudam no cabelo e vai ser um pesadelo para tirar, além de deixar uma textura bem grudenta.

•  Como disse no Passo 2, escolha duas cores próximas para uma mecha só. O efeito tie-dye fica lindo demais e descontraído.

• Antes de começar, use uma camiseta velha e uma toalha. Durante o processo a tinta ainda vai estar “fresca” e pode sujar sua roupa. Suas mãos também vão ficar super sujas, mas é fácil de tirar.

• Não Chalk your hair sempre, como você está usando um tipo de “pó” compacto, você pode “entupir” as cutículas dos fios e provocar danos. Se você está procurando um efeito duradouro, é melhor optar por tinta de cabelo mesmo.

• No dia seguinte, quando for lavar o cabelo, use um shampoo anti-resíduos para retirar todo o pastel do cabelo. Assim o cabelo fica sem nenhum resquício. Ah, hidratar os fios depois disso é praticamente uma obrigação, se você que manter seus fios saudáveis e fortes. Hidratar os cabelos é uma delícia, joguem a preguiça de lado!

• No final de processo, faça babyliss ou chapinha. O calor vai “selar” as cutículas, assim o efeito vai durar mais algumas horas e a tinta não vai ficar soltando na sua roupa.Adoramos essa técnica, ótimo para tirar aquela dúvida de colorir ou não as pontas com tinta de cabelo. Ou apenas mudar o visual por um dia, mesmo. Super divertido e lindo. É uma ótima dica para o carnaval!

 

Conheça o curso de Cabeleireiro Profissional do Instituto Mix de Profissões!

 

Fonte:www.objeta.com.br