quarta-feira, 24 de maio de 2017

Pesquisa conclui que gatos amam tanto seus tutores quanto os cães

Uma pesquisa feita por três cientistas norte-americanos revelou que entre as atividades de interagir com humanos, se alimentar ou brincar, metade dos gatos estudados preferiram a interação com pessoas, sendo eles de abrigos ou com tutores.

“A gente acha que não, mas os gatos gostam muito da companhia de pessoas, especialmente dos tutores. Sentem-se acolhidos, cuidados e seguros”, afirmou a médica veterinária Luciana Deschamps, da clínica Sr. Gato, ao jornal Metro.

A veterinária explica que a forma de socialização de cães e gatos é bem distinta. O cão sai quase todos os dias para passear, tendo contato com outros cães e pessoas. Já o gato não precisa e nem quer isso, pois para ele, o tutor e a casa bastam para mantê-lo feliz, mesmo que conviva com outros de sua espécie.

Mas muitas pessoas continuam preferindo cães a gatos, achando que os felinos são mais frios e desapegados aos tutores que os cães. Sobre as formas de amar das duas espécies a veterinária explica:  “O gato ama incondicionalmente, mas de uma forma livre. Muitas pessoas não estão acostumadas a isso, querem a atenção do animal toda a hora, querem que ele sempre obedeça, são muito possessivas. O gato não tem que, nem vai, obedecer sempre”.

Luciana diz ainda que ninguém espera mais o tutor chegar em casa do que os gatos, pois amam estar em sua companhia. “Eles dormem com os tutores, ficam ao lado quando estamos lendo ou trabalhando e, especialmente, se estamos doentes. Eles são muito leais e preocupados”, diz.

Ela ainda explica que a intensidade da relação entre humano e gato deve ser estimulada não só pelo animal. “Se não dermos afeto, não mostrarmos que nos importamos, mais do que só alimentando, o gato vai perceber e aí sim vai se afastar do guardião.”

Para conhecer melhor seu pet, não deixe se estudar e ler sobre assuntos como este.


(fonte: https://goo.gl/yi3IP7)

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Dia das Mães - Agora é minha vez!


O dia das mães é uma data muito especial, pois é um momento só delas, onde seus filhos retribuem todo amor e carinho! Pensando nisso nós do IM vamos presenteá-las com Oficinas de:

  •  Reparos Residenciais 
  •  Auto Maquiagem
  •  Culinária

Verifique na escola mais próxima de você em https://goo.gl/7JP0gC e inscreva-se!
(Vagas limitadas)

quarta-feira, 12 de abril de 2017

Esta tendência de cabelos holográficos é incrivelmente mágica

É época do holográfico. O efeito acompanha as tendências de unicórnios e sereias, e tem aparecido tanto nas roupas e acessórios quanto na maquiagem e nas unhas:



Não é surpresa, portanto, que tenham encontrado uma forma de deixar até mesmo os cabelos coloridos assim. Para criar o efeito, as pessoas estão descolorindo o cabelo – fica bem legal com tons acinzentados – e colocando em algumas mechas nuances coloridas, como lavanda, rosa bebê e azul claro, dentre outros tons pastéis. Confira:




Para entender um pouco mais sobre o universo dos cabelos, você pode se inscrever AQUI

(Fonte: Catraca Livre)

terça-feira, 11 de abril de 2017

Bacalhoada Portuguesa à moda Brasileira


Sexta-Feira Santa

A Sexta-feira Santa é o dia de deixar a carne vermelha de lado e saborear peixes e frutos do mar. Também chamada de "Sexta-Feira da Paixão", é uma data cristã, dois dias antes do domingo de Páscoa, que traz a lembrança dos momentos de agonia de Jesus Cristo. O bacalhau é o peixe preferido para almoços e jantares nessa ocasião. Aproveite essa maravilhosa receita e delicie-se no feriado!

INGREDIENTES

1,200 kg de bacalhau dessalgado, cozido e desfiado em lascas
2 tomates maduros, sem sementes cortados em tiras
1 cebola grande cortada em rodelas
½ pimentão verde cortados tiras
½ pimentão vermelho cortados tiras
½ pimentão amarelo cortados tiras
¼ xícara (chá) de azeitonas verdes sem caroço
2 colheres (sopa) de cheiro-verde picado
sal a gosto
½ kg de batatas médias sem cascas, cortadas em rodelas grossas e cozidas "al dente"
750 ml de azeite
cheiro-verde picado a gosto
3 ovos cozidos cortado em 4 partes


MODO DE PREPARO

Numa tigela coloque 1,200 kg de bacalhau dessalgado, cozido e desfiado em lascas, 2 tomates maduros, sem sementes cortados em tiras, 1 cebola grande cortada em rodelas, ½ pimentão verde cortados tiras, ½ pimentão vermelho cortados tiras, ½ pimentão amarelo cortados tiras, ¼ xícara (chá) de azeitonas verdes sem caroço, sal a gosto e misture.
Transfira para um refratário retangular (35 cm X 23 cm) untado com azeite coloque a mistura de bacalhau, alternando com ½ kg de batatas médias sem cascas, cortadas em rodelas grossas e cozidas "al dente" e regue com a750 ml de azeite. Leve para assar em forno médio pré-aquecido a 180°C, coberto com papel alumínio por +/- 40 minutos. Retire o papel alumínio e deixe por mais 10 minutos. Retire do forno, salpique cheiro-verde picado a gosto, distribua 3 ovos cozidos cortado em 4 partes e sirva em seguida com arroz branco.


Para mais receitas como esta, clique e inscreva-se aqui =)


(Fonte: GShow)

terça-feira, 4 de abril de 2017

Estudo revela o significado das expressões dos gatos

Medo, alegria, raiva? Descubra alguns sinais que os gatos expressam e você nem faz ideia

Um estudo divulgado por cientistas da Universidade de Lincon, na Nova Zelândia, revela que os gatos possuem expressões faciais que sequer imaginamos. A pesquisa quer desmistificar a ideia de que os felinos são antipáticos.

Para chegar ao resultado, os cientistas analisaram 29 gatos domésticos de um abrigo de animais no Canadá. Com ajuda de um software chamado CatFACS (Sistema de Códigos de Ação Facial), o experimento conseguiu detectar até as mínimas alterações nas expressões dos gatos, sobretudo quando não interagiam com humanos.

Assim, os pesquisadores descobriram que as expressões oscilam entre interações tranquilas, medo e frustração. Ou seja, assim como você, seu bichano expressa sentimentos que vão muito além de felicidade ou tristeza: medo, raiva e ares de consideração (e conspiração) foram algumas das demonstrações avaliadas.

O que dizem os gatos ?

Entre algumas observações do estudo, os cientistas traduzem expressões mais comuns (tome nota!): se seu gato silvar, colocar a língua para fora ou aplainar as orelhas, atente-se já que são gestos que indicam algum tipo de frustração. Já miados altos e a boca muito aberta são sinais de raiva, enquanto o piscar excessivo dos olhos pode indicar medo.

Apesar disso, os cientistas ressalta que os animais, por estarem num abrigo de animais, podem ter sofrido violência que influenciem em seus comportamentos. Explica ainda que pelo fato de alguns animais terem muitos pelos na cara pode afetar os resultados.

Quer saber mais sobre a vida e os cuidados necessários com seus pets? Saiba mais clicando aqui.


(Fonte: Catraca Livre)

terça-feira, 28 de março de 2017

WhatsApp dará dois minutos para usuário se arrepender e 'cancelar' mensagem

O WhatsApp continua testando a possibilidade de permitir aos usuários o cancelamento do envio de uma mensagem, oferecendo uma chance para de evitar que uma publicação constrangedora chegue ao destinatário. A empresa já desenvolve a ferramenta há alguns meses, mas agora reduziu o período em que é possível “revogar” o envio

Quando o recurso foi conhecido inicialmente, o WhatsApp pensava em dar até 29 minutos para que o usuário deletasse o post, mas agora esse período se transformou em apenas 2 minutos, como informa o perfil WABetaInfo, que acompanha e destrincha as atualizações do aplicativo atrás de novidades.

Para quem ainda não entendeu como o recurso funciona: a ideia de revogar a mensagem é diferente do recurso de apagar que existe atualmente. Hoje, quando você deleta um envio, a outra pessoa ainda recebe o material; ele só some da sua tela. Com a nova ferramenta, seria possível remover a publicação do celular do destinatário, permitindo que ele não veja alguma publicação de que você tenha se arrependido de enviar. A pessoa ainda será informada de que chegou alguma mensagem sua, mas não terá acesso ao conteúdo.

Com a restrição de 2 minutos, a janela para o arrependimento diminuiu drasticamente, no entanto. Após o período, não será mais possível cancelar o envio.

O recurso, por enquanto, está escondido no aplicativo, mesmo para os usuários da versão beta, e as informações têm sido obtidas “hackeando” o app a cada update atrás de novidades. É importante observar que ferramentas em fase de testes nem sempre acabam chegando à versão final, então existe a chance de que o WhatsApp nunca receba a versão final do recurso. 



(Fonte: Olhar Digital)